De frente com Érica Paluzze



























Nome, idade, profissão e modelo da moto atual?

Meu nome é Érica Paluzze, tenho apenas 51 anos, sou professora do Governo do Distrito Federal e, minha moto é uma Harley Davidson Softail Deluxe de 1700 cilindradas.

Como começou a sua paixão pela harley?
Não tenho como explicar minha paixão pela Harley Davidson, ela simplesmente existe dentro de mim, tanto que não consigo me imaginar com outra marca. É nato, é lifestyle.


Qual foi a sua primeira moto?
Minha primeira moto foi uma Kasinski Mirage 250 cilindradas em 2011, porém não entendia nada sobre motos. Até que meu coração começou me avisava, vende esta moto, você quer uma Harley Davidson, então foi o que eu fiz. “listen to your heart”.


Faz parte de algum motoclube?
Não participo de nenhum MC, mas estou presente em alguns motos grupos, por serem mais livres para o lazer e, principalmente, disseminarem o motociclismo feminino em sua essência.


Uma viagem inesquecível?
Todas as nossas viagens têm o seu valor e peculiaridade, mesmo porque são, às vezes, com grupos diferentes, inesquecíveis nas paisagens e nas amizades.


Um lugar no mundo que você quer percorrer de harley?
Nossa, poderia citar vários lugares no mundo, mas ali na Florida já ficaria bem feliz rsrs Estados Unidos cheira Harley Davidson em minha opinião, entende?


Já fez algum curso de pilotagem? Qual a importância desses cursos para você?
Fiz apenas um curso, é preciso aperfeiçoar bastante, por isso devo fazer mais cursos de direção defensiva e recomendo a todos.  É muito importante estar preparado.


Harley-Davidson, como consegue conciliar o tempo dessa grande paixão e família?
A família já percebeu que é realmente uma paixão e que estou feliz assim, tanto apoiam, que meu filho de 28 anos acabou de comprar uma Harley Davidson Iron 883 e apaixonou também. A alegria é contagiante!


Uma historia curiosa ou engraçada que aconteceu na sua vida como harleyra?

Não foi engraçada, mas no mínimo curiosa a história de quando fui participar do Passeio da Primavera promovido pelo HOG Brasília, quando na fila do comboio resolvi fazer uma selfie e chamem para que todos olhassem, e quem estava bem ali atrás de mim? Alice Castro (alice_e_sua_harley), que eu ainda não conhecia. Pessoa incrível que logo fez questão de me conhecer melhor me apresentou a outras várias motociclistas, ladies maravilhosas, somos “Ladies of the Road” no Brasil, motociclismo feminino com muito amor e orgulho. Alice tem todo o meu amor e respeito.

 

Você é uma pessoa importante e reconhecida no meio do motociclismo nacional, o que fez você seguir e acompanhar a Confraria Harleyros do Pará?

Sigo a Confraria Harleyros do Pará porque incentivam e apoiam com muito carinho as campanhas, viagens e abordagens no mundo Harley e no motociclismo feminino. Tenham todos, o meu carinho, sou fã!


Um recado a todos os Harleyros.

Amigos, não tenho moto para o perigo. Tenho minha “White Snake” para ser feliz! Então meu recado é para que todos saibam usar sua moto com respeito e admiração, que a vida vai sorrir de volta pra todos nós.



























A Érica é uma pessoa ímpar, quem sabe você tem a sorte de encontra-la pelas entradas da vida!

Não deixe de conferir as entrevistas anteriores, todo mês entrevistamos uma personalidade do motociclismo feminino.
Entrevista com Sheila